Introdução ao ITA Matrix Software para Pesquisa de Voos

6 mar

Esta é uma tradução do artigo de Scott Mackenzie, do blog Hack My Trip. O post original pode ser lido aqui:  http://hackmytrip.com/2012/01/introduction-to-using-ita/

Este é o primeiro de uma série de três artigos sobre o ITA Software. O post traduzido tem algumas alterações em relação ao original, como a pesquisa de voos, que no original é entre Seattle e Washington, enquanto o nosso é entre São Paulo e Fortaleza, para mostrar mais do mercado nacional. Vamos ao artigo:

Hoje irei apresentar para vocês o Matrix, da Ita Software. Praticamente toda pesquisa que eu faço começo com o ITA, graças ao seu display flexível de opções  e linguagem avançada de rotas.

home-ita

Eu sei que muitos viajantes experientes preferem utilizar o KVS Toll e o ExpertFlyer, sobre os quais falarei em um outro momento, mas o ITA leva vantagem porque é uma das mais úteis ferramentas grátis e possui muitas das mesmas características básicas das outras ferramentas.

Mesmo que você já seja familiarizado com o ITA, eu também irei descrever alguns de seus códigos avançados de linguagem em outros posts. Peço desculpas pelo longo post de hoje, mas é que pode ser sua primeira vez usando esta interface, que possui algumas “manhas” para melhor aproveitamento.

No post de hoje, mostrarei como utilizar o ITA para uma simples viagem de São Paulo (SAO) para Fortaleza (FOR) durante a semana de Corpus Christi. Existem muitas opções de voo para esta rota, desde voos diretos até voos com uma ou duas conexões. Começaremos do mais fácil antes de sermos mais exigentes em relação às companhias aéreas.

Olhando na home do ITA, a maioria dos comandos são auto-explicativos. Você pode colocar SAO (código da cidade de São PAulo) no campo de partida e FOR (código do aeroporto de Fortaleza) no campo de destino. Se você escolher “Search exact dates” (Procurar por datas exatas) você pode colocar 30/5/2013 e 2/6/2013 para ida e volta, partindo somente nestes dias. Por ora, ignore o restante das opções e clique em “Search”.

1-exemplo

Como a maioria das ferramentas online de viagem, há uma barra no topo da página de resultados com as tarifas mais baixas disponíveis em diferentes companhias, classificadas pelo número de paradas. Se você clicar no nome de uma companhia, você terá resultados somente desta empresa, enquanto que se você clicar no preço, irão aparecer somente resultados daquela companhia com aquele preço. Essas são tarifas com tudo incluso, então você não precisa se preocupar com taxas escondidas que são acrescidas depois.

Abaixo da barra, a opção padrão é mostrar o resultado como “Complete Trips”. A informação mostrada no formato de viagem completa é fácil de entender – horas de pouso e decolagem, paradas, avisos de advertência como voos de madrugada ou conexões curtas. A tarifa mais baixa aparente é de R$806 na TAM (JJ) em voo direto. Existem opções com conexão a partir de R$ 880 também na TAM.

2-exemplo

Neste caso as coisas funcionaram bem. Há algumas opções de tarifa mais barata, e a opção de voo direto é a mais barata. Dependendo de suas preferências de companhias aéreas ou quanto você quer evitar conexões, a diferença é bem insignificante. Mas quando as coisas não vão tão bem, o problema que normalmente encontro vendo “complete trips” é que há muitas combinações de ida e volta.

Já encontrei situações que voos diretos não existem e que a conexão pode ser feita em cinco diferentes cidades. Tarifas com mais opções estão bem próximas, mas os horários ideais e cidade de conexão preferida estão $20 mais caras, não muito, mas o suficiente para deixá-las na página 3. Quantas vezes você olha em todas as páginas de resultados?

Individual Flights

Escolhendo “Individual Flights” você terá uma outra lista, mas desta vez você terá a chance de escolher o seu voo de ida antes de continuar e escolher a opção de volta. Bem no alto agora há uma caixa marrom clara que mostra seus voos selecionados para cada dia. Você também pode pular e escolher seu voo de volta primeiro, e daí voltar e escolher o voo de ida de sua preferência.

Todas as vezes, a tarifa que você vê é a mais baixa possível com todas as taxas, não o preço individual para cada trecho, a menos que já tenha limitado suas opções de companhias aéreas, você está escolhendo a companhia para esta opção particular.

Também, escolher os seus voos um de cada vez significa que enquanto você está olhando para uma tarifa cheia, você pode ser forçado a escolher uma opção muito ruim para o outro voo apenas para garantir este preço. Outras opções podem custar um pouco ou muito mais caro. Isto não é mais caro do que buscar por “complete trips”, só quer dizer que você pode pegar o melhor preço disponível com duas péssimas opções de voos, um preço mais caro com boas opções ou algo na média.

Time Bars

Finalmente, minha opção favorita é “Time Bars”, em cada vôo é mostrado em uma barra de tempo do pouso até a decolagem. Opções com conexões são óbvias, porque elas tem duas barras coloridas com uma conexão cinza entre elas e um código de aeroporto te dizendo onde você irá esperar durante uma ou duas horas.

3-exemplo

Em qualquer momento você pode passar o mouse sobre um voo para ter mais informações sobre ele, incluindo o numero do voo, horários, aeronave, classe de assento e classe de reserva. Passe o mouse sobre a conexão cinza se ela for curta, para ver qual aeroporto é. Entretanto, se for um voo “codeshare” operado por diferentes companhias, haverá um asterisco e ao passar o mouse sobre ele você verá qual é companhia que opera cada voo.

Vamos utilizar as “Time Bars”. Eu irei escolher um voo da TAM de noite, JJ3322, como meu voo de ida, com uma tarifa de R$806,00.

Observe que quando eu chegar nas minhas opções de voo de volta, a TAM ainda está no topo da lista. Mas nem sempre isso acontece. Eu poderia encontrar, por exemplo, que a única maneira de pagar R$806,00 é voar TAM na ida e GOL  na volta. Talvez a TAM me cobre R$900 para um voo ida e volta. Felizmente isso não aconteceu desta vez, mas lembre-se que você pode usar os filtros de companhia aérea no topo da página, se você se importa em voar na mesma companhia para um itinerário ida e volta.

4-exemplo

Construção da Tarifa (Fare Construction)

Finalmente, me é mostrada uma página com a tarifa total de R$ 805,70. Clicando no link para “Ver itinerário e detalhes da tarifa” irá mostrar como a tarifa é construída, incluída a base da tarifa de cada trecho de R$ 400 ,00 e R$ 363,00 e as taxas (o ITA também exibe os impostos quando estes constam na tarifa). Entretanto, você NÃO PODE comprar o bilhete aéreo pelo ITA. Este é apenas um exemplo do que está disponível. Use uma agência online ou o próprio site da companhia aérea para realizar a compra. Alguns textos em cinza claro na parte inferior denominada “Fare Construction” podem ser úteis se você tiver um itinerário complexo e quiser passar isto para um agente de viagens.

5-exemplo

Já estou me alongando demais aqui, e você deve estar pronto para gritar pra mim: Qual o seu objetivo com isso? Você já sabe como procurar por voos no site da TAM ou em alguma agência de viagem online, e agora eu estou te ensinando uma nova maneira de busca de voos?

Bem, eu acho que os sites de agências online são bastante dispersivos com suas propagandas e links para os outros serviços que elas oferecem. O ITA é mais limpo e fácil de usar. Também possui opções mais flexíveis de display como “Time Bars”. Sites de companhias aéreas são ainda piores que os de agências online. United.com tem a reputação de “United.bomba” por ser tão suscetível a erros, mas esperançosamente isso irá mudar quando o sistema deles fundir com o da Continental (nota do editor: isto já ocorreu).

Eu já encontrei tarifas no ITA que eu não poderia replicar no site da United ou em qualquer outro lugar sem ter sido bem específico com minhas datas e horários de viagem – os quais, é lógico, eu só sabia por ter utilizado o ITA primeiro. Se você não achar o voo que você quer com a tarifa encontrada pelo ITA, é pouco provável que seja culpa do software.

Existem muitos recursos avançados disponíveis somente no ITA para restringir sua pesquisa para buscas complicadas. O tipo de coisa que você pode usar para contar milhas ou para tentar encontrar o voo mais barato para algumas das diversas ideias de viagens que você tem para suas férias.

Eu estou começando do fácil para ter certeza que você pegou o básico. Mas eu prometo que você verá o quão útil o ITA pode ser no final dos posts. Até lá, tente brincar um pouco com ele e veja o que consegue aprender por sua própria conta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: